Estudos de Helena e pesquisa

Aqui vão algumas imagens com estudos das personagens de Helena e seus figurinos. Além do ano, 1850, Machado nos dá algumas pistas dos figurinos em seus comentários durante a obra, como o chapéu-de-chile que o Estácio usa, que nada mais é que o bom e velho chapéu panamá, mas naquela época o modelo era diferente (Santos Dumont usava um parecido). Os figurinos femininos têm muitos detalhes e existem vários sites onde se podem encontrar diversos modelos. Mas não basta pegar os vestidos, temos que cruzar as informações porque aqui, no Brasil, havia algumas diferenças nestes por causa do clima, entre outras coisas. As roupas eram mais leves e certas peças nem se usavam por aqui. Havia também uma defasagem na moda de um país para o outro; Paris e Londres ditavam a moda e costumes, tudo era copiado de lá. Para os pobres então, a defasagem do figurino chegava a ter quase dez anos de diferença. Podemos dizer que Helena e Eugênia tinham a possibilidade de estar na moda por suas condições financeiras. Os penteados são os que mais estão em harmonia com os países estrangeiros – afinal, era mais barato arrumar o cabelo que fazer vestidos novos.


Esta entrada foi publicada em Dicas de Produção de Mangá, Produção. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

9 respostas a Estudos de Helena e pesquisa

  1. Muito bom o post. Eu estou muito ansiosa para ver o resultado final desse projeto. Muito mesmo. E, se tudo der certo, torço por Senhora. 🙂 Quem sabe?

  2. Ludmila disse:

    Muito bom estudar a sociedade da época através da moda, né?! Queira ou não, elas tem as marcas da história. Desejo que vocês descubram cada vez mais coisas interessantes nesse processo de pesquisa. Boa trabalho pra todas vocês!

  3. Dani Karasawa disse:

    Olá, Studio Seasons.

    Parabéns! Que iniciativa incrível trabalhar com Literatura Brasileira. Estou ansiosa para ver o trabalho de vocês com Helena e torço demais por Dom Casmurro, por favor. =D #MachadoFan

  4. Raqsonu disse:

    Belissimo trabalho, de todas vocês.

  5. Emily Stephanny disse:

    Adorei isso, transformar uma obra literária em um mangá!!!
    Era como se reunisse todas as minhas paixões… isso vai ficar incrível, sem dúvidas… eu já imaginei muitas vezes Helena e inúmeras obras como um mangá, mas realizado assim… isso é incrível, muito bom!
    Ela só não precisa morrer no final, né? Mas as obras tem que ser à risca, então, embora eu sei que vou chorar muito… façam como quiserem.

  6. Ji-Chan disse:

    Nossa, eu tenho que comentar, os desenhos são maravilhosa mente lindos, muito bem feitos, e sim tem que dar sempre uma boa e caprichada pesquisa, por que roupas de época não é apenas um vestido que se pareça com princesas não é… E alias eu amo deis de pequena roupas de época, principalmente aquelas vitorianas e tudo mais (deve ser por isso que me apaixonei de cara pelos estilos lolitas, em especial o gothic). Estou ansiosa, muito para ver logo o “nosso mangá brasileiro” com uma história totalmente brasileira, da até um orgulho não é. Estou muito feliz por vocês e essas iniciativas. Parabéns! (^-^)/

  7. Amanda disse:

    O traço é realmente muito bonito, se não fosse tão definido lembraria muito o traço de josei, mas é bem mais trabalhado… Delicado como o de Tsubaki Nekoi *falando como quem entende*.
    Embora eu seja fã de traços mais dinâmicos e josei eu acho o traço de você o melhor! E os detalhes da roupa então… Incrivelmente bem feitos. Faltam elogios!

    Bjus, Studio Seasons ^___^

    • Muito obrigada pelos elogios! Uma nota interessante sobre o josei é que ele não é definido pelo tipo de arte e sim pelo contexto da obra, desse modo, pode-se ter títulos com traços bem trabalhados como o Alichino da Shurei Kouyu entre outras.

  8. Amanda disse:

    Eu gosto especialmente dos cabelos.
    Eu gostaria de desenhar cabelos assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *