Aviso aos navegantes: Tablet não faz milagres!

Sim, aviso importante: tablet não é santo milagreiro.
Resolvi postar isso depois de ver a quantidade enorme de pessoas que acreditam que tendo uma tablet na mão, conquistarão o universo da arte. Ho,ho,ho…
Aliás, devo ressaltar que esse é um mal que se estende no mundo digital como um “mito”: o de que os programas fazem tudo, que com eles, o problema se resolve.
A coisa não é bem assim…
O fato é: programas gráficos e seus acessórios, como no caso da tablet, ajudam a dinamizar um trabalho, mas não são muletas para se ter talento ou criatividade.
O artista em si, já deve possuir esses atributos na sua bagagem, pois se não sabe desenhar, pintar ou criar, não será o programa que fará isso.
A tablet é apenas uma “caneta digital” e quem faz a arte é a “mão” do artista, não a caneta. Além do mais, muita gente nem sabe que a tablet é projetada para ter diversos tipos de resolução. Essa resolução é que controla a sensibilidade da pressão da caneta e sua conseqüente precisão no uso. Portanto não é bom imaginar que ela tem a sensibilidade de um lápis – ele, por mais rústico que seja, capta nossos mais ínfimos movimentos; a maioria das tablets, não.
De qualquer modo, desenhar, fazer tinta, pintar são habilidades que o artista deve possuir, pois a caneta digital não sabe fazer nada sozinha – ela apenas faz o que nós fazemos, reproduz seu comandos, seja em movimentos, seja em ações de um programa – ela é um simpático “papagaio de pirata digital” ^_____^
Mas é claro que, mesmo para os experientes, mexer com uma tablet exige algum treino até você se acostumar com o manuseio e a noção espacial de sua tela avulsa, como quando a gente pega um mouse pela primeira vez.
A combinação da habilidade do artista com a precisão da tablet adequada e o uso correto das ferramentas dos programas, estes sim, fazem com que o trabalho seja potencializado e tenha seu tempo otimizado.
Máquinas não fazem milagres. O homem é que os faz com seu talento, afinal.


Esta entrada foi publicada em Dicas de Produção de Mangá. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *