Destino Cativo / Wanted – Matsuri Hino

Os primeiros volumes de Destino Cativo e Wanted nos trazem, além dessas séries, um conjunto de pequenas histórias do início da carreira da mangaká. Optamos por falar das duas séries para que o leitor possa fazer certas comparações entre elas.
Matsuri Hino escreve histórias leves e isso, ela faz muito bem. Tanto em Destino Cativo como em Wanted, ela consegue manter um ritmo de humor suave, embora o primeiro o enfoque com mais força, pois Wanted se destaca mais pela aventura. Suas angulações de cena são boas e bem escolhidas. O interessante é observar que a diagramação de cada série sofre alterações de acordo com o conteúdo: em Destino Cativo temos uma diagramação aberta, porém mais comportada, sem grandes cortes e angulações, já em Wanted temos todas as posições de câmera utilizadas em situações de ação, ou seja, a desenhista sabe escolher muito bem a diagramação de acordo com o conteúdo.
No quesito traço, notamos uma mudança que não pode se chamar exatamente de “evolução”, pois se, em alguns aspectos, a arte dela tornou-se mais fluída, em outros perdeu em certos detalhes, como ocorreu no trabalho dos olhos, por exemplo (coisa que, muitas vezes, acontece pelo tempo limitado que força a mangaká a simplificar sua arte para render melhor!).
Matsuri sabe aplicar retículas, mas notamos cenas um pouco carregadas e isto se tornou uma marca técnica dela nesses primeiros trabalhos.
O conjunto do trabalho de Matsuri é muito bom para estudos de enquadramento e utilização de ângulos, assim como para observar a aplicação de cenários.


Esta entrada foi publicada em Análise Técnica. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas a Destino Cativo / Wanted – Matsuri Hino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *