XXX Holic – CLAMP

Excelente trabalho da Clamp, bem maduro e planejado. Embora alguns fãs reclamem do traço simples, é justamente esse traço que dá maestria à obra, feito para que o leitor se foque no roteiro e preste atenção nas mensagens. É o tipo de mangá que faz as pessoas pensarem no dia-a-dia usando um conceito clássico como espiritualidade. Detalhe para a arte sem retículas e o traço propositalmente longo – a Clamp, que tem aquela característica de ser um pouco desproporcional nos corpos masculinos, aqui, suaviza o estilo para deixá-los esguios e, com isso, nos remete a histórias como “O estranho mundo de Jack” ou “A Noiva Cadáver”. É um visual bem escolhido, o típico exemplo de traço adequado ao tema. Uma curiosidade sobre o roteiro de Holic é o fato de estar ligado a outro mangá da CLAMP: Tsubasa – Reservoir Chronicles. Basicamente englobam um mesmo foco – a alma – utilizando pontos de vista diferentes e sendo planejados para começar e terminar juntos. Quem os lê percebe que é comum encontrar personagens iguais nos dois e situações que ocorrem em ambos. Personagens como Yuko, Watanuki e Doumeki tem uma excelente construção psicológica. Outro trabalho da Clamp que possui características técnicas similares é Clover, ainda não publicado no Brasil.


Esta entrada foi publicada em Análise Técnica. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a XXX Holic – CLAMP

  1. Sou grande fã do Clamp, mas, apesar de estar acompanhando o anime, não li o mangá. Realmente Holic me causou estranheza a princípio (e ainda causa) devido ao traço bem atípico do Clamp, mas concordo que o traço aqui casa perfeitamente com o roteiro.

  2. Art disse:

    Traço simples? É um traço lindissimo suave, e muito cheio de técnicas e harmonia…eis os desenhos da Yuuko, capa do volume e dos capitulos…xxxholic é incrivel em ARTE e roteiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *